Escavando dados

Bosch é uma companhia com 131 anos de história que, apesar da idade, continua inovando. Ela está se envolvendo no ramo das criptomoedas e com a plataforma tangle da IOTA. Claramente, a empresa deseja se aprofundar nos dados, em vez de se manter apenas no seu modelo de negócios antigo, focado em ferramentas.

A venda de dados é o futuro, e a Bosch vê na IOTA e seus carros autônomos uma ótima forma para coletar micropagamentos e informação.

Além disso, a cidade de Taipai, na Coreia do Sul, planeja se tornar, através da aplicação de IOTA, uma cidade inteligente conduzida por aplicativos. Desta forma, torna-se claro que a IOTA está chamando atenção.

Seu mercado de dados está em construção desde 2015. Durante este mesmo tempo, a IBM gastou $2 bilhões para adquirir a Weather Company, sendo o acesso a dados o único propósito da compra.

Leia mais: CEO da Nvidia afirma: “criptos não irão embora”

Resultado de imagem para bosch

Ambições automotivas

Atualmente, a IOTA já cuida de transações no valor de $10 bilhões de dólares. Micropagamentos wireless e sem taxas para recarga e estacionamento de veículos elétricos já são realidade.

Enquanto as transferências e volume de dados continuam a crescer, o valor da IOTA cresce na mesma proporção no mercado.

Futuro amigável

As cinco companhias de maior valor do mundo se baseiam em dados como sua commodity número um. Essas companhias incluem a Apple, Amazon, Facebook, Microsoft e Alphabet (companhia vinculada ao Google).

A indústria da IoT está apresentando um crescimento anual de, aproximadamente, 28,5%. O Boston Consulting Group prevê que a indústria valerá $267 bilhões até o ano de 2020.

Considere a posição que a tecnologia tangle da IOTA ocupa entre estas duas tendências. Adicione seu comprometimento em criar “cidades inteligentes”. Faz todo sentido para Robert Bosch embarcar no vagão e se juntar à esta viagem para o futuro.

Leia mais: Investidores japoneses de criptomoedas pagarão imposto de até 55% dos lucros

Um futuro onde carros auto-pilotáveis serão capazes de andar lado a lado em uma rodovia, economizando combustível e se movendo de maneira mais rápida e segura em comparação aos carros antigos.

Isso tudo será possível graças aos dados e sua aplicação ao mundo real, o que torna a parceria Bosch/IOTA algo interessante a longo prazo. Os valores das criptomoedas estão atualmente em recuperação, após uma onda de quedas recente. Talvez Robert Bosch e IOTA provem o valor a longo prazo dos tokens IOTA.

Contanto que eles não enganem o público sobre a natureza de sua parceria, como fizeram na parceria com a Microsoft, é claro.

Fonte: CCN.com

Edição: Webitcoin



As melhores taxas e transações em tempo real, só na 3xbit.


Comece agora 3xbit.com.br!