Esquema utilizando o nome de Elon Musk arrecada 0.4 Bitcoin no Twitter

A rede social está sofrendo duras críticas pela incapacidade de deter os golpes

Nesta semana, internautas se depararam com mais um golpe envolvendo criptomoedas nas redes sociais. Aparentemente, um perfil no Twitter postou uma falsa doação de ativos utilizando a conta oficial de um estúdio cinematográfico britânico, Pathé UK.

Novamente, o nome de Elon Musk, CEO da Tesla, foi utilizado como chamariz para o golpe. O perfil replicava a imagem e o nome utilizados pela conta oficial do CEO.

De acordo com o conteúdo postado, o golpe se baseava em um esquema de brindes por meio de um anúncio pago.

A prática está cada vez mais comum na rede social, que é alvo de diversas críticas.

“Esses golpes estão fora de controle. (…) Twitter, se você não é capaz de detectar esse tipo de golpe descarado, que esperança você possui para melhorar sua plataforma?”, declarou Emin Gun Sirer, professora da Cornell.

A crítica não passou desapercebida, e o próprio CEO da rede respondeu, alegando que uma equipe de especialistas estava trabalhando em uma solução.

Os recorrentes incidentes envolvendo o nome de Elon Musk levaram o CEO da Tesla a se aliar com o criador da Dogecoin, Jackson Parker, com o objetivo de eliminar os “brindes” de seu feed.

A medida desapareceu com diversas fraudes utilizando figuras públicas por mais de 2 meses. Entretanto, a recente invasão de hackers no perfil da Pathé UK trouxe o problema à tona novamente.

Até o momento, o esquema arrecadou o.4 Bitcoin, aproximadamente US$3000.

FONTE: CCN