Novo regulamento deve prevenir que exchanges se envolvam em lavagem de dinheiro

De acordo com o Diario Oficial de la Federación, as exchanges de criptomoedas do México serão obrigadas a possuir permissão do Banco do México para continuar atuando no país.

WeBitcoin: Exchanges mexicanas devem possuir autorização bancária para atuar no país

Leia mais: Sadaqa Coins: página da Dark Web possibilita o financiamento de terroristas com Bitcoin

Para adquirir a permissão, as plataformas devem fornecer um plano de negócios bem detalhado, as comissões a serem cobradas e o mecanismo de verificação de identidade dos usuários.

Do mesmo modo, os bancos não estão autorizados a disponibilizar criptoativos para clientes no dia da criação de sua conta. Ainda mais, são obrigados a identificar todos os clientes envolvidos em trading.

Todos os ativos adquiridos deverão passar por diversas análises de validação. De acordo com um porta-voz do Banco, a medida é necessária para evitar práticas ilegais e lavagem de dinheiro.

De acordo com Amir Manzur, fundador da exchange Cubobit, a iniciativa aumentará a confiança do consumidor. Manzur aponta ainda que o mercado de criptomoedas mexicano poderá presenciar um boom até o fim do ano.

Leia mais: Varejista de joias utilizará blockchain para rastrear seus diamantes

FONTE: COINTELEGRAPH



As melhores taxas e transações em tempo real, só na 3xbit.


Comece agora 3xbit.com.br!